sábado, 19 de março de 2011

chicago por acaso

bom, essa é uma história bem louca mesmo [e bem comprida]... não sei se todo mundo vai acreditar, rss
o negócio é que; ia sair de appleton na quarta, meu voo era 'as 6 da manhã, então liguei para o taxista na terça e combinei com ele quarta 4:45 da madrugada.
pois é, acordei 4 da manhã [na verdade nem dormi direito, isso pq tinha feito faxina no apt. no dia anterior], ok, fiquei pronta antes do horário combinado e nada... 5:10 da manhã e nada... aí resolvi ligar, e ele me garantiu q me buscaria em 20 min. e nada... mesmo! o taxista me deu o bolo, pra começar minha quarta feira com sorte.
perdi o voo, sim. mas o negócio é q como meu padrasto trabalha em uma companhia aérea, e sou standby [nesse caso isso foi uma vantagem], podia assim tentar o próximo voo pra chicago, q seria as 9:30 da manhã. liguei desesperada pra minha manager, que caridosamente me deu uma carona até o aeroporto, e me ajudou  a lidar com o velho bem rabugento e mal humorado do balcão [desculpa, mas ele meio q arruinou minha manhã, mas isso é um detalhe q não vem ao caso no momento, pq a história já é bem compridinha]. consegui uma assento no avião, e cheguei em chicago, onde 'a noite eu pegaria uma conexão pro brasil.
o problema tbm, é q cheguei em chicago 'as 10:00 da manha, e teoricamente meu voo pro brasil sairia 'as 21:00, ou seja: 11 horas sem fazer nada [q beleza]. além do q, combinei com o caio q nos encontraríamos em chicago dentro do aeroporto [pq ele foi de ônibus de appleton pra lá], e pegaríamos o mesmo voo para o BR. qdo ele chegou no aerop, me mandava msg no cel, mas as minha msgs nao chegavam pra ele... um desespero, e aquele aeroporto gigante significava 0% de chance de um encontro ao acaso, haha. depois dele ligar pra mae dele, ela ligar pra minha, e minha mãe me mandar msgs [uma espécie de brincadeira, chamada telefone sem fio, lembram dessa não?!] finalmente nos encontramos umas 5 da tarde.
ficamos [tbm sem fazer nada no portão de embarque], qdo começou a se aproximar do horário do voo, encontramos um menino q conhecemos qdo fomos tirar o visto no consulado americano em outubro do ano passado [sempre digo: ôoo mundinho pequeno], conversamos e tal, mass cada minuto chegava mais e mais gente, e eu já tava no desespero pensando: não vou conseguir embarcar nesse voo lotado, nao vai sobrar lugar; dito e feito, sobrei, eu e mais algumas pessoas na mesma situação q eu. enfim, não fazia a mínima idéia do q fazer se eu sobrasse, não tinha plano B, e isso era um problema. até q eu conheci uma brasileira, a mariana, na mesma [standby, q tbm sobrou] e ela tinha planos... e esse foi o milagre. eu tva tão exausta, nervosa, ansiosa, e sei lá mais o quê, q tudo isso junto estava me impedindo até mesmo de pensar, rss.
assim, eu e mariana, de uma hora para a outra conversamos, e contamos praticamente a história de nossas vidas uma a outra, e rachamos o valor do quarto do hotel [milagre mesmo, pq eu já estava na falência]
assim foi queridos, descobrir a cidade em um dia, com uma pessoa q mal conhecia, foi muitoo divertido, mais do q poderia imaginar [essa vida sempre me surpreendendo...]. andamos o dia todo, meu pé doeu pra caramba ´[mas valeu a pena], chegamos a conclusão q as pessoas em chicago são muito simpáticas, educadas, elegantes, q a cidade é super limpa, bonita e é um centro cultural mesmo, lojas relacionadas a arte por todo lado [mas 1 dia só pra conhecer todas as coisas interessantes era muito pouco, rss]
beleza, ahhh, só um detalhe, esse dia [quinta] era dia de St. patricks day, e a galera toda com pelo menos alguma peça de roupa verde pra dar sorte, como eu precisava de sorte pra conseguir voltar pro brasil naquela noite, comprei um botton de trevo... só um amuletinho, né?! sempre bom
chegamos no aeroporto umas horinhas antes, ficamos na expectativa de quem sabe conseguir embarcar... e só pra descontrair conhecemos alguns brasileiros no portão de embarque, e batemos altos papos [e cheguei mais uma vez `a conclusão q existem muitas pessoas boas, legais e divertidas no mundo, então nada de desilusão com a humanidade, sem generalizar as coisas!]
ok, no fim todos os standby coseguiram o santo assento, e eu tbm, mas o problema é q na hora [1 min. antes do aviao decolar e a porta do aviao fechar] só tinha eu no balcão, com o coração palpitando, esperando o número do meu assento, q a moça nao estava encontrando, enquanto o chefão ameaçava fechar a porta do avião, comigo, ou sem mim... isso não fazia a mínima importãncia pra ele, e fazia toda a diferença pra mim [não obrigada, eu gostei da cidade, mas eu não queria ficar mais um dia lá], provando q tudo é relativo na vida.
enfim, entrei correndo no avião, com o número do assento na mão, q nem uma louca [de felicidade claro], eu não me importava onde seria meu assento [por sinal me deram o pior lugar].
eu tinha conseguido! uhuuulll, isso q importava.
mas não achei lugar para colocar minha mala no bagageiro [nem sei se é este o nome do negócio onde se coloca a bagagem de mão...  coloquei no chão mesmo].
e cheguei... ontem de manhã

moral da história:
*as coisas ruins podem ser coisas boas, dependendo do seu ponto de vista
*em qualquer lugar vc pode conhecer gente realmente legal
*a vida é uma aventura
*em chicago venta muito!

agora é hora de acordar pra vida, voltar pra faculdade, perder os quilinhos extras q a temporada no EUA me renderam, é isso.

vou colocar umas fotos de chicago pra vcs, a cidade é muito legal mesmo, um dia quem sabe volto pra lá pra visitar [de verdade;  mais q um dia, hsaushausa]

7 comentários:

Juli Ribeiro disse...

Isas, que loucura!!! rsrsr, mas ufa que no fim se tornou mais uma lembrança boa e uma ótima história pra contar, quero ouvir todas!
As fotos estão lindas, que vontade de viajar :]

saudades!

Camis Gonçalves disse...

Ufaaaaaaaaa...nossas orações foram ouvidas...que bom que no fim deu tudo certo \o/ na medida do possível...rs
seja bem vinda!!!

sonhando disse...

ficou incrível a sua história, divertida e rica em detalhes e sensações! obrigada pelo seu gentil e carinhoso comentário do outro dia, já estou muito melhor!!!
Bem vinda!! Acho que nos vemos no sábado!! Beijos ;***

paty disse...

Caramba, hein, Isa! Nada como fechar a sua experiência de intercâmbio com chave de ouro, né? Hehehe. Depois quero saber tudo dessa coisa toda!!! A propósito, lindas fotooooos! Aquela estrutura de metal que parece um donout no meio da rua é viajante!!! Hahahah.
Ah, eu gostei MTO da música, sim. Ela é fofa. Me faz ter dor de cotovelo ahahahaa.
Beijãaaaaaao
PS: Ontem sai com a Pâmela e combinamos de te sequestrar um dia desses, topa? Hahahhaa

Andréa disse...

Isilys, que bom que vc sobreviveu, meu coração tava na mão! Adorei que vc conheceu a cidade e pessoas legais, dps não vai dizer que eu que sou sortuda! bjs.

Tia cari disse...

Adorei tuuuuuudo, as histórias , as fotos, o novo visu do blog, tudo show! Parabéns , Isa, fico orgulhosa, emocionada de ver vc crescer por fora e por dentro. Essas experiências não tem preço, são suas de verdade pra sempre.
beijos da tia Cari.

isabela disse...

obrigada à todos q acompanharam minha aventura de perto [nem tão de perto geograficamente falando... mas vcs entenderam...]