terça-feira, 24 de abril de 2012

'não sei como contar-lhe, muito menos se, algum dia, ela deveria saber. precisamos mesmo contar tudo para sermos honestos? talvez não. talvez a honestidade esteja no silêncio ou em  qualquer outro lugar.'

[daniela gutfreund, 2009]

segunda-feira, 23 de abril de 2012

outra de ônibus

qual é MUNDO? UNIVERSO? COSMOS?
hje foi daqueles dias... mil coisas devidamente anotadas para serem resolvidas, já q tenho folga 'as segundas-feiras.
tudo planejado e nada resolvido. 
mas o foco principal do dia era chegar no aeroporto pra tomar vacina de febre amarela. e não cheguei.
saí de casa, peguei um ônibus pro centro, tinha anotado os números de ônibus q poderia pegar no centro. cheguei no centro [achando q tinha decido no ponto certo], e pedi informação pra um senhor muito simpático por sinal, perguntei onde era o ponto do bus pro aero. é só as pessoas sorrirem e serem simpáticas pra me conquistarem [só mesmo], aí como o senhor citado acima fez isso, já achei q era meu dia de sorte, q o universo estava conspirando a meu favor, e que a humanidade tinha solução [tudo por 1 sorriso]. 
maaaas, me enganei mais uma vez. o senhor foi simpático sim, mas me mandou ir pra um ponto de ônibus-e eu fui. mas fiquei uns 40 minutos e nada... nada. aí pedi informação pra umas 200 pessoas [não tão simpáticas qto o primeiro] e algumas pessoas não sabiam do q se tratava... outras não tinham certeza, e outras confirmaram. enfim, aí passou um ônibus escrito AEROPORTO reto. ou seja: aquele não era o ponto dele. resolvi sair correndo atrás dele pra ver onde era o bendito ponto, mas não consegui alcançar [ó, sério isabela? não me diga]. resumo: me perdi pela minha falta de noção geográfica, por não saber nome das ruas [e por outros vários motivos]. aí andei andei andei, e cheguei numa rua q já tinha visto antes [algo familia]. aí nessa altura eu já tava quase desmaiando pq tinha saído de casa sem almoçar e resolvi pegar o bus pra casa.
desculpa se alguém leu essa história ridícula, perdeu seu tempo, pq não tem final. desculpa, mas precisava desabafar e deixar registrado.

domingo, 22 de abril de 2012

tempo de pipa.


'eu não sou ninguém de mais
e você também não é.'

quinta-feira, 19 de abril de 2012

meu ciclo de vida

NASCER----> CRESCER-----> passar por muitas CRISES [de idade, identidade, comportamental, existencial. sintomas que aparecem principalmente e mais frequentemente no período de ocilações hormonais (nossa velha conhecida amiga TPM), ou de inferno astral]-----> MORRER. isso resume tudo.

sábado, 14 de abril de 2012

é isso

não vou mais planejar os dias, a vida. é isso.

segunda-feira, 9 de abril de 2012

é o mundo q anda hostil, o mundo todo é hostil

HOSTILIDADE é um sentimento que o ser humano tem que representa um tipo de violência emocional e rivalidade, por parte de uma pessoa, um grupo de pessoas grandes e um grupo de pessoas pequenas. um dos conceitos da hostilidade pode significar de passar da violência emocional à uma agressão física. em alguns casos de hostilidades entre nações pode referir um conflito armado em forma de guerra e grandes exércitos mediantes a invasão ou atos violentos e armados.
[via wikipédia]

e não. eu não tô brincando... vou começar uma nova campanha "por um  mundo menos hostil". pq já tô ficando triste.
[o título é da letra do los hermanos "de onde vem a calma", hehehe]

quarta-feira, 4 de abril de 2012

segunda-feira, 2 de abril de 2012