terça-feira, 28 de setembro de 2010

Móveis Coloniais de Acaju

Sim, é uma banda! Uma breve apresentação:
Banda brasileira de rock e ska, com outras influências de ritmos. Os caras são de Brasilia-DF, e a banda foi formada em 1998.
Eles têm myspace, site, twitter, ok?!
Pra quem não conhecia, agora já está apresentado!



segunda-feira, 27 de setembro de 2010

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Melancia!

Em vários lugares que eu passei, me deparei com coisas desse gênero, por isso resolvi juntar tudo aqui.
Por sinal são coisas bem criativas, rsss, e a combinação das cores é linda!
E eu particularmente adoro esse tom de vermelho.


quinta-feira, 23 de setembro de 2010

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Dia da árvore (ontem)

Bom, quem me conhece, sabe que sou completemente louca por árvores, e ontem foi o dia da árvore.
Eu lembrei, mas acontece que foi um dia inexplicável, completamente tumultuado, e não deu tempo de fazer a minha "homenagem".
Todos sabemos a importância das árvores, né?! Então já passou da hora; temos de preservá-las! Ah, e tem aquela velha história: precisamos fazer três coisas essenciais na vida - ter um filho, escrever um livro, e plantar uma árvore (é o que dizem).
E vc? Dessas trÊs coisas, já fez a última pelo menos?

domingo, 19 de setembro de 2010

Sombras no fim de inverno (quase primavera)




Across the universe

Se esse não for o meu filme preferido, está entre os melhores: Across the universe
Musical inteiramente composto de canções dos beatles, tem como pano de fundo uma história de amor (pra variar), em um período conturbado do séc. XX: final da década de 60, mas especificamente no contexto da Guerra do Vietnã, e nos EUA o movimento a favor da desocupação do país...
Bom, é basicamente isso, assistam! O filme é muito bom (vou deixar claro que não sou nenhuma crítica de cinema), além de ser supercolorido e psicodélico... mas só vale pra quem gosta de musicais e dos Beatles, né?!





sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Segredo é segredo

Uma amiga minha me disse esses dias, uma coisa que a princípio achei meio babaca, até ri (que maldade!)... Mas agora, acho que talvez ela tenha razão.
Disse que, quando queremos muito alguma coisa, não devemos sair por aí, e contar pra todo mundo; claro que só até conseguirmos, pq antes disso é natural que as pessoas (até as que você mais ama- é, desculpe, pode parecer meio duro, mas é a realidade) te desanimem, ou te façam pensar lógicamente na questão (o que na maioria das vezes não é um fator muito positivo, pq muitas vezes queremos algumas coisas realmente utópicas, né?! Se vc é bem desse tipo, não se preocupe, sonhar é sempre bom= clichê), e elas fazem isto por te amar (na minha opinião, um amor BEM doentio, ahhahaa), muitas vezes sem a intenção de jogar cal nos seus planos... Só querem te levar de volta à realidade (isso é o que elas dizem, cabe a vc, só a vc, acreditar ou não nesse discursinho).
Tá, até aí eu acho q aprendi, pq agora vejo realmente que muitas coisas não deram certo esse ano, pq eu estava mais tagarela do que nunca, contando aos quatro ventos todos os meus planos pra qualquer um, mesmo. Então decidi parar com esse hábito terrível, e ter um lema: planos são segredos até se realizarem, ou pelo menos se projetarem; e segredo e´segredo.
Mas calma, muitas coisas tbm deram certo, ok?! Não posso ser tão insensível assim, pra chegar aqui e só dizer que deu tudo errado... Por falar nisso, isso é uma péssima mania do ser humano, só ficar contando derrotas (não é o caso). Bom, não seria honesto se eu fizesse isso.
Depois de todo esse discurso tem a pior parte: depois que tudo deu certo, não pense que nada mais pode dar errado! É, ainda existe a inveja alheia, pq essa praga infelizmente ainda não entrou em extinção.
Entãoooo, moral da história: cuidado com o que vc conta pras pessoas, e principalmente pra quem vc conta...rssss, peguei pesado, né?!
OBS: Bom, desculpem, essa postagem foi realmente maldosa...

A festa

Eu sei que meu blog anda total abandonado, mas pretendo voltar ao ritmo!
Essa é a poesia de um amigo meu, ele fez no ônibus um dia desses enquanto voltávamos da faculdade. Ele também posta algumas coisas no blog Som de Chuva
.
A Festa (Gabriel Rabah Silva)
.
É tempo de vinho e festa;
De pinho em meio a floresta,
Que ecoa de gargalhada;
De alegria, energia, avoada.
.
A poesia está livre ao vento.
Nesse esquadrinhado momento;
E livre como elas estamos
E para o céu cantamos.
.
Apolo está no horizonte,
Procuramos alguém que nos conte
Histórias da tarde humana,
De nossa vida conterrânea.
.
Mas a festa Diônica
Não possui fim algum.
Dura à era macedônica
Encontra o término em nenhum.
.
E nos sentimos perto de Titânea,
Onde o tempo é diferente;
E a ilusão de anacronia,
Torna a razão dormente.
.
Mas a floresta ecoa;
O tempo voa;
O prazer atordoa;
E a voz ressoa.

sábado, 11 de setembro de 2010

Reciclar é preciso

Amoras?

Pq é ótimo pegar amoras de árvores alheias em pleno feriado...
e ainda por cima achar uma mega folha para levá-las p/ casa: divertido.